Melhores práticas de compartilhamento para sites e aplicativos móveis

Para sites

Queremos que todos os sites e, em particular, sites de notícias, revistas, blogs e outros sites de mídia, alcancem com facilidade seus fãs existentes e ampliem sua base de fãs. Siga estas melhores práticas para oferecer às pessoas a experiência mais envolvente do Facebook.

  1. Use as Informações do Facebook para medir o sucesso do seu conteúdo
  2. Certifique-se de que seu Rastreador do Facebook possa acessar seu site
  3. Use as marcações apropriadas do Open Graph para gerar distribuição
  4. Otimize imagens para gerar excelentes prévias
  5. Use o Depurador de compartilhamento para depurar suas marcações do Open Graph
  6. Incentive os seus criadores de conteúdo a ativarem Seguir
  7. Implemente o rastreamento de eventos do JavaScript para acompanhar o uso do plugin em tempo real

Para aplicativos móveis

Também queremos ajudar desenvolvedores de aplicativos móveis a tornarem mais fácil para seus usuários promovê-los. Criar experiências no aplicativo que as pessoas compreendam e confiem é a chave para o sucesso no uso do Compartilhamento do Facebook. Abaixo estão algumas melhores práticas que aconselhamos você a seguir:

  1. Peça permissão para publicar explicitamente quando as pessoas compartilharem
  2. Use App Links para fazer um link com um local específico no seu aplicativo por meio do Facebook, a fim de permitir uma experiência contínua
  3. Use o diálogo de mensagem para o compartilhamento privado
  4. Use o Facebook Analytics para acompanhar suas métricas
  5. Use o cabeçalho do agente do usuário HTTP - para contar o tráfego de referência móvel de iOS e Android para seu site.

Melhores práticas de compartilhamento para sites

1. Use as Informações do Facebook para medir o sucesso do seu conteúdo

As Informações do Facebook fornecem aos desenvolvedores e proprietários de sites as métricas sobre seus conteúdos. Você pode visualizar o alcance de histórias específicas, acompanhar a criação e o consumo de conteúdo, e visualizar dados demográficos de quem está compartilhando e se envolvendo com seu conteúdo. Ao compreender e analisar essas tendências, você estará melhor preparado para aprimorar seu site e criar as melhores experiências de compartilhamento para seus usuários.

Esses dados estão disponíveis online e por meio de uma API para desenvolvedores. Saiba como reivindicar a propriedade do seu domínio e começar a rastrear no nosso Guia de Informações.

Alguns plugins também têm um parâmetro ref que pode ser usado para acompanhar a geração de tráfego no seu site. Se um amigo clicar em uma história sobre alguém que curtiu uma de suas páginas, passaremos o parâmetro ref de volta para seu site, onde você pode rastrear com seu próprio software de análise. Consulte os parâmetros para plugins sociais para obter mais informações.


2. Acesso do Rastreador do Facebook

O Rastreador do Facebook localiza conteúdo do seu site e gera uma prévia para as pessoas no Facebook. Quando uma pessoa compartilha um URL no Facebook e Curte ou Recomenda uma página no seu site usando um plugin, ela ativa o Rastreador do Facebook. Se seu conteúdo estiver disponível publicamente, não deveremos ter problemas para acessá-lo.

Você pode saber mais sobre como garantir que o Rastreador do Facebook possa acessar seu site no Guia do Rastreador do Facebook.


3. Use as marcações apropriadas do Open Graph

Quando uma pessoa compartilhar conteúdo do seu site no Facebook, nosso rastreador irá extrair a HTML do URL que será compartilhada. Em uma página HTML normal, esse conteúdo é básico e pode estar incorreto, porque o extrator tem que tentar adivinhar qual conteúdo é importante e qual não é.

Controle o que o rastreador do Facebook seleciona de cada página usando as metatags do Open Graph. Essas marcações fornecem informações estruturadas sobre a página, como título, descrição, imagem de prévia e mais.

Bons exemplos

Título

Um título claro sem marca ou menção ao nome do domínio em si.

URL

Um URL sem nenhum ID de sessão ou parâmetros irrelevantes. Todos os compartilhamentos no Facebook a utilizarão como o URL de identificação para este artigo.

Descrição

Uma descrição clara, com pelo menos duas frases.

Número de identificação do aplicativo do Facebook

Um número de identificação do aplicativo do Facebook que identifica o seu site para o Facebook.

Tipo de objeto

O tipo de objeto:

Localização

Este artigo tem algumas traduções:

Autor e editor

Este artigo tem um autor e um editor:


Maus exemplos

Título ruim

O título não deve ter a marca ou informações irrelevantes.

URL inválida

Esse URL possui informações irrelevantes que mudam de usuário para usuário, resultando em curtidas/compartilhamentos espalhados por vários URLs, em vez de agregadas para todos os usuários que estão compartilhando este artigo.

Descrição genérica

É uma descrição genérica que não incentivará os usuários a clicarem nela.

Imagem genérica

É uma imagem genérica que parecerá ser a mesma para todas as histórias. Ela tem apenas 100 px por 100 px, o que não poderá ser utilizado em exibições com maior resolução.

ID ausente do Aplicativo do Facebook

Lembre-se das marcações fb:app_id, artigo:autor e artigo:editor!


4. Otimize imagens para gerar excelentes prévias

Tamanhos das imagens

Use imagens com pelo menos 1200 x 630 pixels para a melhor exibição em dispositivos de alta resolução. No mínimo, você deve usar imagens que tenham 600 x 315 pixels para exibir publicações na página com link com imagens maiores. O tamanho máximo das imagens é de 8 MB.

Imagem pequenas

Se sua imagem tiver menos de 600 x 315 px, ela ainda será exibida na publicação na página com link, mas o tamanho será muito menor.

Também reformulamos as publicações na página com link para que a proporção das imagens seja a mesma no Feed de Notícias de dispositivos móveis e desktops. Tente manter suas imagens o mais próximo à proporção 1.91:1 possível, para exibir a imagem completa no Feed de Notícias sem nenhum recorte.

Tamanho mínimo de imagem

O tamanho mínimo de imagem é de 200 x 200 pixels. Se você tentar usar uma imagem menor do que isso, você verá um erro no Depurador de compartilhamento.

Imagens de aplicativos de jogos

Há dois tipos diferentes de tamanhos de imagem a serem usadas em aplicativos de jogos:

  • As imagens de Publicações de Open Graph aparecem em um formato quadrado. A proporção das imagens para esses aplicativos deve ser de 600 x 600 px.
  • As imagens de Publicações que não sejam de Open Graph aparecem em um formato retangular. Você deve usar uma proporção de 1.91:1, como 600 x 314 px.

Leia mais sobre Open Graph para jogos.

Armazenar a imagem em cache previamente

Quando o conteúdo for compartilhado pela primeira vez, o rastreador do Facebook extrairá e armazenará em cache os metadados do URL compartilhado. O rastreador precisa ver uma imagem pelo menos uma vez antes que ela possa ser renderizada. Isso significa que a primeira pessoa que compartilhar um conteúdo não verá uma imagem renderizada:

Há duas maneiras de evitar isso e renderizar imagens na primeira ação de Curtir ou Compartilhar:

1. Armazenar a imagem em cache previamente com o Depurador de compartilhamento

Execute o URL por meio do depurador de URL para localizar previamente metadados da página. Você também deverá fazer isso se atualizar a imagem de um conteúdo.

2. Usar as marcações do Open Graph og:image:width e og:image:height

O uso dessas marcações especificará as dimensões da imagem para o rastreador para que ele possa renderizá-la imediatamente sem ter que baixá-la e processá-la de maneira assíncrona.


5. Use o Depurador de compartilhamento para depurar suas marcações do Open Graph

A obtenção, de forma correta, de suas metatags e plugins sociais pode exigir alguns ajustes, por isso, fornecemos uma ferramenta de depuração para permitir que você teste como suas páginas serão visualizadas pelo nosso extrator. Basta inserir o URL da sua página, e você receberá uma página com informações úteis, como as metatags que estão sendo selecionadas da sua página e todos os erros ou alertas com seu conteúdo que possam afetar os plugins sociais.

A ferramenta de depurador também atualiza todos os conteúdos extraídos da sua página, portanto, ela pode ser útil se você precisar atualizá-los com uma frequência maior do que o período de atualização padrão de 24 horas.


6. Incentive os seus criadores de conteúdo a ativarem Seguir

Seguir permite que seus criadores de conteúdo compartilhem atualizações públicas com seus seguidores, ao mesmo tempo em que salva atualizações pessoais apenas para amigos. Por exemplo, jornalistas podem permitir que os leitores ou telespectadores sigam seu conteúdo público, como fotos tiradas em um local ou links para artigos publicados. Seguir é uma maneira simples e eficaz para seu público se conectar com você e acompanhar seu conteúdo, sem precisar adicioná-lo como amigo.

Introdução sobre Seguir:

  • Habilite Seguir – Acesse as Configurações da conta e clique na guia Seguidores. Marque a caixa de seleção para permitir seguidores e, caso queira, você pode ajustar suas configurações para comentários e notificações de seguidores.
  • Preencha sua Linha do Tempo – Verifique se sua Linha do Tempo tem uma aparência profissional: adicione uma foto da capa, seu título e seu histórico profissional, os principais marcos da sua carreira e acontecimentos da sua vida.
  • Observe – Siga outros jornalistas, fotógrafos, autores e qualquer outra pessoa que tenha construído uma grande base de seguidores. Visite as linhas do tempo deles e confira os tipos de conteúdo que eles compartilham.
  • Publique para seus seguidores – Compartilhe fotos interessantes, links para seu conteúdo e as atualizações sobre os projetos nos quais estiver trabalhando etc. Todas as publicações que forem definidas como Públicas serão exibidas para seus seguidores no Feed de Notícias.

7. Implemente o rastreamento de eventos do JavaScript para acompanhar o uso do plugin em tempo real

Talvez você queira rastrear as interações de pessoas com os plugins sociais no seu site à medida que elas ocorrem. O SDK do Facebook para JavaScript pode fazer a inscrição em eventos para uma pessoa que clicar em um botão Curtir, enviar uma mensagem com o botão Enviar ou fizer um comentário. O guia da referência FB.Event.subscribe mostrará como rastrear esses eventos.

Melhores práticas de compartilhamento para dispositivos móveis

Permita que seus usuários o promovam, tornando mais fácil para eles contarem aos amigos sobre seu aplicativo usando o Compartilhamento do Facebook.

Criar experiências no aplicativo que as pessoas compreendam e confiem é a chave para o sucesso no uso do Compartilhamento do Facebook. Para as pessoas que usam seu aplicativo, o compartilhamento ajuda na comunicação com os amigos sobre aquilo que consideram importante, além de aprimorar a experiência delas no seu aplicativo. Para você, enquanto desenvolvedor, o compartilhamento aumenta a visibilidade do seu aplicativo por meio de impressões no feed de notícias do Facebook e, quando as pessoas se envolvem com o conteúdo publicado do seu aplicativo, ele pode encaminhar as pessoas para seu aplicativo ou para a página do seu aplicativo na App Store, gerando tráfego e instalações do aplicativo.

Há quatro maneiras pelas quais seus usuários podem Compartilhar em dispositivos móveis:

  • Diálogo de compartilhamento para dispositivos móveisiOS, Android
  • API de compartilhamento para dispositivos móveisiOS, Android
  • Botão Curtir para dispositivos móveisiOS, Android
  • Botão Compartilhar para dispositivos móveisiOS, Android
  • Diálogo de mensagemiOS, Android:

Os aplicativos que seguem essas melhores práticas ajudam as pessoas a se sentirem à vontade para compartilhar e, assim, ajudam a criar um cenário em que tanto usuários quanto desenvolvedores saem ganhando.

Estas são algumas melhores práticas que aconselhamos você a seguir:

  1. Peça permissão para publicar explicitamente quando as pessoas compartilharem
  2. Use App Links para fazer um link com um local específico no seu aplicativo por meio do Facebook, a fim de permitir uma experiência contínua
  3. Torne suas histórias mais envolventes e personalizadas com o Open Graph
  4. Use o diálogo de mensagem para o compartilhamento privado
  5. Use o Facebook Analytics para acompanhar suas métricas

1. Peça permissão para publicar explicitamente quando as pessoas compartilharem

Você deve ativar as solicitações de permissão quando as pessoas estiverem tentando concluir uma ação no seu aplicativo que exija essa permissão específica. Solicitar permissões no contexto é especialmente importante quando seu aplicativo está solicitando permissões de publicação. Recomendamos que você solicite permissões de publicação depois que as pessoas clicarem em uma opção "compartilhar," "postar" ou "publicar" no seu aplicativo. Se seu aplicativo só precisar de funcionalidades básicas de compartilhamento (por exemplo, compartilhar um item por vez, sem um compositor personalizado), você pode usar nosso diálogo de compartilhamento para iOS e Android.


Um dos aspectos mais interessantes de compartilhar no Facebook do seu aplicativo é que quando as pessoas se envolvem com as histórias do feed de notícias publicadas do seu aplicativo, essas histórias podem enviar as pessoas para o seu aplicativo ou para a página do seu aplicativo na App Store, gerando tráfego e instalações do aplicativo. Você pode implementar esse comportamento usando o App Links. O App Links é um padrão que permite criar um deep link para o conteúdo no seu aplicativo. Quando uma pessoa que está usando seu aplicativo compartilha conteúdo por meio do Facebook (ou por meio de outro aplicativo habilitado para o App Links) você pode criar um link que permita voltar para seu aplicativo nesse conteúdo.


3. Use o diálogo de mensagem para o compartilhamento privado

O diálogo de mensagem permite que as pessoas compartilhem, explicitamente, histórias com conteúdo do seu aplicativo de forma mais pessoal para um público mais específico e limitado usando o Facebook Messenger. O App Links transita de forma perfeita para o local correto no seu aplicativo.


4. Use o Facebook Analytics para acompanhar suas métricas

O Facebook Analytics fornece aos desenvolvedores e proprietários de Página as métricas sobre seus conteúdos. Ao compreender e analisar tendências sobre o uso e dados demográficos bem como o consumo e criação de conteúdo, você pode estar melhor equipado para aprimorar seu negócio e criar melhores experiências no Facebook. Visite o Facebook Analytics para ler mais.


5. Use o cabeçalho do agente do usuário HTTP

Talvez você queira rastrear o tráfego por referência móvel para seu site do Facebook no iOS ou Android. Isso é especialmente comum quando as pessoas compartilham links para o seu site no Feed de Notícias e os contatos delas clicam nesses links em dispositivos móveis. Seu aplicativo deve:

  • Procurar um cabeçalho de Referenciador HTTP com um valor incluindo facebook.com

  • Verificar se o tráfego de referência se origina do Facebook no iOS, no Android ou em um navegador da web móvel nesses canais. Verifique se há um HTTP User-Agent com o valor FB_IAB/FB4A para Android e FBAN/FBIOS para iOS.